10 vantagens para se tornar um freelancer

10 vantagens para se tornar um freelancer

Entre as muitas vantagens de ser freelancer, destaca-se a oportunidade do profissional ser responsável pelo seu próprio planejamento de trabalho. Essa questão, inclusive, tem sido um dos principais fatores de migração de profissionais que antes trabalhavam fechados em escritórios e obedeciam a horários predeterminados.

Outra importância quanto à decisão de se tornar um freelancer é poder trabalhar com clientes que despertem uma afinidade maior com quem presta o serviço. Algo que facilita a integração entre as partes e um melhor resultado final do que será produzido. Afinal, a aproximação de ambos é maior.

É visível que o mercado de trabalho no Brasil passou a receber um grande número de profissionais que decidiram seguir suas carreiras como autônomos nos últimos anos. Para muitos, pode parecer apenas uma alternativa pontual para a falta de emprego formal.

Mas, na realidade, o profissionalismo e a qualidade dos serviços prestados ao longo dos anos por alguns colaboradores, aliada justamente às vantagens que a possibilidade oferece, têm feito dessa atividade um caminho sem volta. Isso sem contar as facilidades que a internet propõe para quem deseja seguir esse estilo de vida.

Sendo assim, separamos aqui as principais vantagens de deixar de lado o método tradicional de trabalho e virar um freelancer.

 

10 vantagens para se tornar um freelancer

 

1. Flexibilidade de horário

Sem dúvidas, a flexibilidade de horário é uma das grandes vantagens de ser freelancer. Há profissionais que conseguem produzir melhor pela manhã, enquanto outros já preferem o período da tarde ou da noite para trabalhar. A decisão de folgar ou não aos finais de semana também fica a critério de cada um.

Dessa maneira, é possível ajustar a agenda profissional com as atividades pessoais, como ir à academia de ginástica, estudar, cuidar dos filhos, entre outros. Essa situação anda de mãos dadas com uma melhor gestão do seu tempo, o que afeta positivamente a vida pessoal.

Para que essa vantagem seja realmente um diferencial, o profissionalismo deve ser um ponto relevante. Ou seja, não é pela possibilidade de poder escolher o horário de trabalho que o freelancer tem uma justificativa para demorar a entrega do serviço. Muito pelo contrário, pois o cliente estará sempre atento quanto à produção e prazos.

 

2. Trabalhar de qualquer lugar

Quem não quer ter a chance de escolher onde trabalhar em determinados dias da semana? Ou até mesmo por um certo período da vida? Pois essa opção é justamente outra das principais vantagens de ser freelancer, a qual está relacionada diretamente com a flexibilidade de horário.

A princípio, grande parte desses profissionais escolhem desenvolver suas atividades a partir de casa. Para isso, é importante reservar um canto especial para se tornar um escritório. De preferência, que seja silencioso e que receba um ótimo sinal da internet. Ter um computador adequado para a atividade é também de extrema importância.

Vez ou outra, para fugir do isolamento, muitos freelancers seguem para um espaço denominado coworking. Trata-se de um local com ambientes especialmente pensados para o trabalho autônomo, onde você pode levar o computador e se misturar a outros trabalhadores.

O coworking passou a ser importante para quem quer desenvolver um bom networking com pessoas de diversas áreas. Alguns desses espaços oferecem até mesmo salas reservadas para receber clientes.

Já os profissionais autônomos mais experientes, ou com bom rendimento financeiro, podem aderir ao estilo conhecido como nômade digital.

Nesse caso, o trabalho pode ser realizado de qualquer lugar do mundo.

Nesse caso, o trabalho pode ser realizado de qualquer lugar do mundo.

Há quem prefira essa alternativa por um curto período. Já outros escolhem viver em um outro país e trabalhar normalmente a partir do novo endereço. Mas tudo com o devido profissionalismo e planejamento para que a decisão seja um sucesso.

 

3. Networking

Já que o assunto networking foi citado no tópico anterior, saiba que essa ferramenta, se bem desenvolvida, pode render novos contratos. Afinal, o princípio básico nesse caso é ganhar cada vez mais destaque e propiciar a construção de relações com pessoas do seu entorno profissional.

Assim, o networking se encaixa perfeitamente entre as vantagens de ser freelancer nos dias atuais. Novamente, é possível se referir ao item anterior quando se fala em espaço de coworking.

A estimativa é de que já existam mais de 4 mil desses espaços em funcionamento no mundo. Nas capitais, e cidades brasileiras mais desenvolvidas, o coworking costuma receber trabalhadores em busca de parcerias, convívio social e novas amizades.

Exemplo de um espaço de Coworking, algo bem-aceito em cidades grandes e países desenvolvidos.

Exemplo de um espaço de Coworking, algo bem-aceito em cidades grandes e países desenvolvidos.

 

4. Maior produtividade

A partir do momento que um freelancer entende que é preciso ter um local apropriado para o trabalho, e se planejar para seguir o horário escolhido, sua produtividade tende a ser significativa. O que muitas vezes não acontece dentro de escritórios, devido à quantidade de colaboradores que dividem a mesma sala.

Outros fatores que podem ser listados são as pausas para conversas de assuntos paralelos, entra e sai que atrapalha a concentração e telefones que tocam com insistência. Assim como paradas para reuniões e interrupções de um projeto em desenvolvimento para desempenhar uma tarefa que não tenha a nada a ver com sua função.

Ser um freelancer que desempenhe uma atividade apaixonante faz com que a produção diária seja prazerosa, além de nem perceber as horas passarem no relógio.

Ser um freelancer que desempenhe uma atividade apaixonante faz com que a produção diária seja prazerosa, além de nem perceber as horas passarem no relógio.

 

5. Aumento de conhecimento

Quem trabalha de forma autônoma sabe que uma das vantagens de ser freelancer é a absorção de novos conhecimentos. Isso acontece por conta da necessidade de estar sempre em busca de informações novas através de pesquisas e estudos para desenvolver os trabalhos com excelência.

Essa é uma possibilidade oferecida pelo fato de se trabalhar em casa, sem pressão externa e tempo contado. Entre uma parada ou outra para um café, ou durante o tempo ocioso, nada mais indicado que se atualizar nas redes sociais, portais, blogs e livros que discutem os assuntos ligados à atividade exercida.

 

6. Menor despesa

Basta imaginar os gastos que vários trabalhadores com carteira assinada têm em seu dia a dia. Basicamente, esses custos estão relacionados a combustível para deslocamento e alimentação, assim como outras compras que surgem esporadicamente devido ao longo tempo “na rua”.

Já o freelancer que trabalha de casa evita a ocorrência desses gastos. É claro que se faz necessário ter uma disciplina quanto ao comportamento.

Ou seja, não abusar do uso da energia elétrica, por exemplo, como no caso do ar-condicionado. Ao trabalhar em regime home office, pode-se abusar do vestuário mais leve e evitar esse consumo.

O freelancer tem nas mãos a chance de gastar menos dinheiro que um profissional assalariado.

O freelancer tem nas mãos a chance de gastar menos dinheiro que um profissional assalariado.

 

7. Potencialização dos ganhos

Em resumo, quantos mais jobs forem solicitados, maior será a receita no final de um mês. Só não é um bom negócio pegar trabalhos ou projetos demais e não conseguir entregá-los no prazo ou com a devida qualidade.

A partir do momento que essas entregas respeitem o que é aguardado pelo cliente, as chances de aumentar a demanda é eminente.

 

8. Facilidade na legalização

O freelancer que quiser se legalizar atualmente irá enfrentar uma burocracia bem menor que a encontrada tempos atrás. E o cadastro MEI é a via mais indicada para os profissionais autônomos.

Além de se proteger quanto aos pagamentos, já que o Micro Empreendedor Individual pode emitir nota fiscal de serviço (sem custo), o trabalhador apresentará ao cliente uma credibilidade maior de seu negócio. Principalmente em relação aos concorrentes, afinal, ele passará a ter um CNPJ e Inscrição Estadual.

Não existe custo para a emissão na NF em si. De fato, os tributos não são calculados sobre o valor emitido na NF, mas sobre o salário mínimo, no caso do INSS, e valores fixos bem baixos para ICMS e ISS. Inclusive, a emissão de NF para o MEI é facultativa quando o consumidor final é pessoa física.

Além do fato de pagar uma pequena taxa mensal que corresponde a 5% do salário mínimo vigente que será destinado para o INSS.

Com o registro, o MEI passa a ter a obrigação de contribuir para o INSS/Previdência Social, sendo de 5% sobre o valor do Salário Mínimo, mais R$ 1,00 de ICMS para o Estado (atividades de indústria, comércio e transportes de cargas interestadual) e/ou R$ 5,00 ISS para o município (atividades de Prestação de Serviços e Transportes Municipal).

A vantagem para o MEI é o direito aos benefícios previdenciários, tais como, aposentadoria por idade, licença maternidade, auxílio-doença, entre outros, após obedecidos os prazos de carência. A contribuição ao INSS é reajustada sempre que houver o aumento do salário mínimo. O benefício previdenciário também é aumentado sempre que houver aumento do salário mínimo.

O vencimento dos impostos (DAS) é até o dia 20 de cada mês, passando para o dia útil seguinte caso incida em final de semana ou feriado.

 

9. Liberdades exclusivas

Nada de paletó e gravata e restrições quanto a comer enquanto trabalha ou proibição de ouvir música durante o expediente. Um freelancer que exerce sua profissão de casa, na praia, no exterior ou em um espaço de coworking tem total liberdade quanto ao vestuário e outros assuntos relacionados a comportamento.

Às vezes, uma breve parada na produção é bem-vinda para refrescar um pouco a cabeça. Como você é seu próprio chefe, dar uma olhada rápida nas mensagens do WhatsApp ou nas fotos compartilhadas no Instagram está liberada.

Idas ao banheiro ou até mesmo na geladeira para ver se tem algo para comer ou beber também estão facilitadas.

Quando se tem o controle total do horário e do que deve ser produzido naquele dia, nada impede de o freelancer parar na hora de uma partida de futebol, telejornal ou novela. E retomar a função depois, caso já não tenha adiantado o trabalho justamente para aproveitar essa pausa programada.

As liberdades propostas quando se trabalha em home office são excelentes vantagens de ser freelancer.

As liberdades propostas quando se trabalha em home office são excelentes vantagens de ser freelancer.

 

10. Equilíbrio da vida pessoal e profissional

Ao juntar cada uma das vantagens de ser freelancer apresentadas nesse artigo, conclui-se que o profissional disciplinado garantirá um excelente equilíbrio entre sua vida pessoal e profissional. Algo que o emprego formal em um escritório, agência ou fábrica dificilmente disponibiliza para seus colaboradores.

A rotina de um trabalhador comum tende a ser estressante em demasia. Sem contar o tempo que se perde nos deslocamentos, seja de carro ou de transporte público. Se antigamente isso era perfeitamente aceito, na vida moderna isso tem se tornado uma espécie de prisão.

Não poder aproveitar momentos de lazer para cuidar da mente, da saúde e dos filhos, e ainda receber um salário que não condiz com a capacidade intelectual, são situações que podem levar à depressão em alguns casos.

Agora imagine ter a chance de antecipar um final de semana para viajar com a família. Talvez poder resolver algum problema no banco ou marcar uma consulta médica a qualquer hora do dia.

Com o devido planejamento, um sonho que pode sim se tornar realidade.

Com o devido planejamento, um sonho que pode sim se tornar realidade.

 

Outras vantagens de ser freelancer

Os desafios propostos para quem deseja trabalhar como freelancer ajudarão o profissional a estar menos resistente às mudanças. Outro fator positivo é a diversificação na sua área de atuação.

No geral, o estilo de vida de um autônomo que decide pelo regime em home office ou por ser um nômade digital acarretará numa evolução considerável em sua disciplina pessoal.

No entanto, é importante salientar que nada acontece da noite para o dia. Planejamento é uma palavra-chave para quem deseja adotar a modalidade em questão. Bem como a disciplina, pois o relaxamento pode comprometer essa decisão em poucos meses.

Com metas e objetivos pessoais e profissionais bem definidos, é hora de fincar os dois pés no chão e mergulhar no trabalho.

E você, é um freelancer ou tem alguém na família ou um(a) amigo(a) que leva esse tipo de vida profissional? Então aproveite para compartilhar com a gente seus conhecimentos a respeito de outras vantagens de ser freelancer.

Está interessado(a) em se tornar um(a)? Conte para nós o que motiva você na escolha dessa alternativa.

E boa sorte!10 vantagens para se tornar um freelancer